Presidente usou rede social oficial do governo e expôs cenas inadequadas para as redes sociais.

por:Paulo da Silva com BandnewsTV

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) usou as redes sociais para criticar os blocos de carnaval. Ele postou na página oficial do twitter um vídeo com cenas obscenas causando polêmica geral. Na postagem um homem aparece dançando num ponto de táxi, após introduzir o dedo no próprio ânus.  Em seguida um outro rapaz urina nos cabelos do que dançava. 

Bolsonaro alegou que não se sente “confortável em mostrar” entretanto argumenta que tem que mostrar a verdade para a população ter conhecimento. É isto quem tem virado muitos blocos de rua no carnaval brasileiro.

O presidente recebeu inúmeras criticas inclusive de aliados.Lamentam a iniciativa do representante do governo federal em publicar o vídeo em rede oficial. Um crítico criticou o fato de Bolsonaro ter sido votado até por crianças que o admiram e pede ao twitter que bloqueia a conta desse incapacitado, 

O twitter colocou tarja de indicação impróprio para visualização e o presidente poderá ater ser enquadrado no crime de responsabilidade. Conforme a Lei nº 1.070 da Constituição Federal, que dispõe sobre crimes de responsabilidade contra a probidade na administração pública. “Proceder  de modo incompatível com a dignidade, a hora e o decoro do cargo.

Nos desfiles do bloco o próprio presidente foi achincalhado nas ruas. Em coro muitas palavras de ordem e ofensas contra Bolsonaro, seus filhos e partidários. A expressão Lula Livre também foi exposta em blocos e até no sambódromo no Rio de Janeiro. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here