CoximAgora

Francisco Batista Nascimento, de 27 anos, conhecido como “Chico” ficou gravemente ferido e Mary Nayara morreu após serem alvejados por vários tiros, na frente de uma residência na rua Paineira, no Pequi I, em Coxim.

Vítima foi atingida por 8 tiros, principalmente na região do tórax e costas. (Foto: Maikon Leal)

Informações preliminares é de que Francisco e Mary tomavam tereré em frente a residência quando dois indivíduos em uma motocicleta chegaram, sacaram uma arma, possivelmente uma pistola 9 mm e dispararam várias vezes atingindo as vítimas, sem seguida, fugiram do local.

Após ser atingida, a jovem caiu na calçada e morreu no local, já Nascimento conseguiu correr cerca de duas quadras até cair no interior de uma loja de roupas na rua Dama da Noite, no bairro Vila Bela, onde foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros e SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e encaminhado ao Pronto Socorro do Hospital Regional Álvaro Fontoura, seu estado de saúde não é considerado grave.

Foto: Maikon Leal

Mary foi atingida por oito tiros, principalmente na região do tórax e costas, Francisco foi alvejado por dois disparos, um na perna e outro nas costas.

O padrasto de “Chico” contou a nossa reportagem que estava dentro de casa quando ouviu os disparos e o momento em que o enteado saiu correndo, a vítima usava tornozeleira e cumpria pena em regime domiciliar pelo crime de tráfico de drogas.

Vários projéteis e cápsulas de calibre 9 mm foram encontrados no local do crime. (Foto: Maikon Leal)

Equipes da Polícia Militar (PM), Polícia Civil e Peritos do Núcleo Regional de Pericias estiveram preservando a cena do homicídio, colhendo informações e evidências, pelo menos 9 cartuchos deflagrados foram encontrados próximos a vítima. Preliminarmente da a entender que os autores atiraram para executar Mary, já que a maioria dos tiros a atingiram.

Ainda segundo informações colhidas no local pelo Coxim Agora, Mary pertencia a uma facção criminosa, a polícia trabalha com várias linhas de investigação, entre elas o envolvimento dos jovens com o tráfico de drogas ou crime passional.

(Foto: Maikon Leal)