Segundo dados do Instituto Butantan, a capacidade da Coronavac é igual ou superior à da vacina da Pfizer para a mesma linhagem do coronavírus.

247

Estudos realizados pelo Instituto Butantan apontam que duas doses da vacina Coronavac, contra a Covid-19,são capazes de neutralizar a variante Ômicron do coronavírus. De acordo com a CNN Brasil, a capacidade do imunizante é igual ou superior ao do produzido pela farmacêutica Pfizer para a mesma linhagem.

Segundo o Butantan, os dados sobre a efetividade da Coronavac foram comparados com outros quatro estudos científicos. “A primeira pesquisa reúne resultados do ensaio de neutralização da Coronavac para a variante Ômicron. Os outros três trabalhos se referem a diferentes ensaios de neutralização da Pfizer contra a Ômicron”, ressalta a reportagem.

O ensaio, conduzido por pesquisadores chineses da Universidade Fudan e da Universidade de Medicina Tracional Chinesa, em Xangai, da Universidade Jinan, em Guangdong, e da Universidade de Hong Kong, foi publicado na última segunda-feira (10) no periódico científico Emerging Microbes & Infections.

Conforme o estudo, a redução de neutralização média de 12,5 vezes da Coronavac diante da variante Ômicron, é “melhor do que os trabalhos publicados sobre duas doses de vacinas de RNA mensageiro, nas quais foi observada uma diminuição de 22 vezes e de 30 até 180 vezes da neutralização em imunizados com a Pfizer”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here