Jurista consultado para reportagem declarou que ato pode ser considerado crime.

por Paulo da Silva

Um adesivo em alguns carros na cidade de Pedro Gomes tem o propósito de promover o nome do ex-vereador e ex-Presidente da Câmara Municipal de Pedro Gomes, Saner Paulo Farias.  Saner ocupa hoje a Secretaria de Desenvolvimento Econômico na atual gestão municipal de William Fontoura (PSDB) também pretenso a disputar (reeleição), o pleito do ano que vem.

“Amigos de Saner Paulo” está em vários veículos numa tentativa discreta de promover o nome político para as eleições de 2020.

Promoção política de forma discreta

A propaganda política só é permitida após a segunda semana de agosto. Com isso os adesivos “amigos do…” que estejam presentes em carros, portões de casa…poderá gerar consequências aos eventuais candidatos. Um jurista consultado para a matéria declarou: “O ato em si é um claro deslize do nome em questão (“Amigos do Saner Paulo”). Dependendo do volume dos adesivos, a pessoa poderá ter problemas com a justiça eleitoral, afirma o constitucionalista.

O que diz a Lei

A menção à pretensa candidatura, inclusive pelos meios de comunicação e via internet, a participação em debates, com a exposição de projetos políticos e o posicionamento pessoal sobre questões políticas nas redes sociais, está liberado, mas sempre é vedado o pedido de voto.

A pessoa pode até se identificar como pré-candidato, estão liberados os adesivos que começam a circular em carros pela cidade, (No caso do “Amigos do Saner Paulo”) sem vinculação direta com eventual voto. A nova legislatura eleitoral, modificada em 2015 acabou por permitir ainda de maneira camuflada, uma espécie de propaganda eleitoral antecipada.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here