Ezequiel Reginaldo e Enelto Ramos se unem em torno de juiz Odilon neste segundo turno das eleições para  governador de MS.

por:Paulo da Silva

As principais lideranças políticas de Sonora aderiram oficialmente em reunião lotada no salão da Maçonaria na noite desta segunda-feira(15), ao nome de Odilon de Oliveira (PDT). Várias lideranças políticas até mesmo com divergências partidárias na cidade aderiram ao nome de juiz Odilon, candidato pela primeira vez em que disputa agora, o segundo turno com Reinaldo Azambuja, (PSDB).

Os principais poderes políticos, como o executivo municipal, representado pelo prefeito Enelto Ramos (MDB) e Ezequiel Reginaldo (PSB), Presidente da Mesa Diretora da Câmara  declararam, portanto apoio ao nome do juiz Odilon. No caso de Ezequiel, esta liderança esteve desde do início com o candidato do PDT.

Ezequiel e Enelto: Juntos por Odilon

O prefeito Enelto apoiou Júnior Mochi que por sinal teve a maior votação na cidade. Mochi computou na cidade 3.124 votos. Já Odilon obteve 1.617 com o apoio de Ezequiel. A meta agora é transmitir esses votos para Odilon e derrotar Reinaldo, que busca a reeleição. Em sua fala, Ezequiel destacou a harmonia entre os poderes, legislativo e executivo e reconheceu a força de Júnior Mochi, sendo o mais votado na cidade. Ezequiel destacou que dias melhores virão para o povo de Sonora com a eleição de juiz Odilon.

Enelto, relatou a expressiva votação para Mochi na cidade e agradeceu a todos que apoiaram a campanha no primeiro turno. O prefeito vê na vitória de juiz Odilon o melhor para Sonora. Diz ter ouvido de Odilon um compromisso com a região norte e pediu empenho na eleição de juiz Odilon neste segundo turno. E lembrou que Odilon é ficha limpa e tem nome conhecido até fora do país, por sua atuação ao combate ao crime e lançou o desafio de arrumar 6 mil votos para Odilon, sendo aplaudido pelos presentes.