Senadora prepara reunião ainda neste domingo(29), para tratar da pré-campanha.

por:Paulo da Silva

Uma reviravolta no MDB, com a desistência de André Puccinelli pela pré-candidatura ao governo Estadual. A senadora Simone Tebet é colocada agora como pré-candidata pelo partido por ordem  do próprio André. O ex-governador continua preso, juntamente com o filho, André Puccinelli Junior e o advogado, João Paulo Calves, por conta da Operação Papiros de Lama. O trio é acusados de receberem propinas.

 

A decisão foi tomada na manhã deste domingo(29), pelo próprio André e demais partidários do MDB, e teve apoio, portanto unanime, dos pré-candidatos do partido  e também aliados. As tentativas frustradas de tirar André da prisão, (ele está preso desde o dia 20 de julho)foi fator fundamental para a decisão.

A senadora organiza ainda neste domingo uma reunião da cúpula do partido para tratar da chapa. O nome de Simone será apresentada na convenção do partido no próximo sábado(4).

Trajetória política 

Filha do ex-senador, Ramis Tebet, Simone Tebet foi deputada estadual em 2002.Em 2004 se candidatou à prefeita de Três Lagoas se tornando a primeira mulher a administrar a cidade, obtendo expressiva votação. Em 2008, foi reeleita com uma das maiores aceitações do Estado, atingindo 76% dos votos válidos.

Foi vice-governadora de MS ao lado de André Puccinelli. Ocupou o cargo de forma interina por oito vezes. Em 2014, foi eleita senadora com 640.336 mil votos.