Confiante, André manda seguir com convenção e confia em nova tentativa de soltura. 

por:Paulo da Silva
A cúpula do MDB, irá manter a convenção partidária que indicará o nome do ex-governador André Puccinelli como candidato do partido. Os advogados agilizam outro pedido de soltura de André e acreditam nas “boas chances” do novo pedido ser aceito pelo Tribunal Regional Federal da 3ª região, TRF-3. André teve o pedido de habeas corpus negado na tarde desta terça-feira(24), pelo desembargador federal Maurício Kato.
O ex-governador André Puccinelli o seu filho André Puccinelli Júnior e o advogado João Paulo Calves foram  presos no último dia 20 e mais uma operação Papiros de Lama, onde uma empresa do filho do ex-governador e o advogado são acusados de receberem propinas.
Partidários  de André foram orientados pelo próprio ex-governador a manter a convenção prevista para ocorrer no dia 4(sábado), na Capital, Campo Grande, na sede de campo da Associação Nipo Brasileira. O encontro irá servir para a formação da coligação de partidos e para o lançamento dos candidatos a governador e vice, senador, deputados federais e deputados estaduais.