Mais do que nunca, região norte ganha importância eleitoral e poderá ser decisiva para levar Mochi para num eventual segundo turno, com Reinaldo ou Odilon.

por:Paulo da Silva

Com a indicação do nome do MDB nas eleições estaduais-Junior Mochi ‘na cabeça’ e que a partir de hoje(21), com a inauguração do diretório as discussões política prometem “ pegar fogo” na região norte. Mochi já tem nome consolidado por essas bandas e por questão de honra, em tese, os eleitores virão fácil. Conversas de bastidores dão conta de que Mochi e seus partidários ressaltam aos prefeitos do norte do Estado, que a região só terá ganhos num eventual governo emedebista.

Aqui um registro do deputado estadual, Júnior Mochi a ex-prefeita Maura Jajah e Gustavo Mota unidos na corrida eleitoral de 2018

O MDB está presente, direta ou indiretamente em todas as administrações. Em Coxim, onde Mochi já foi prefeito,Edvaldo Ribeiro é o vice na conturbada, confusa sem rumo… gestão de Aluizio São José que é do PSB e que finge apoiar a reeleição de Azambuja. A cidade conta hoje como o maior colégio eleitoral na região norte, 25.242 eleitores, seguida de São Gabriel com 19. 208, com a gestão de Jeferson Tomazoni que é do MDB.

Com o nome de Mochi na peleja eleitoral caberá à região norte alavancar seu nome para poder chegar ao segundo turno, numa disputa épica, talvez com o que sempre foi aliado o PSDB de Reinaldo Azambuja. O MDB não acreditam na candidatura de Odilon de Oliveira(PDT). Em tempo faz jus averiguar os números de eleitores das principais cidades da região norte:
●Alcinópolis 3.555,
●Costa Rica 19.076,
●Coxim 25.242,
●Chapadão do Sul 15.523,
●Pedro Gomes 6.235,
●Rio Verde de Mato Grosso 14.428
●São Gabriel do Oeste 19.208
● Sonora 11.351.

Para as demais cidades caberá incondicionalmente a transferência de votos de André Puccinelli, que está preso, portanto a força emedebista local. O certo é que a candidatura de Mochi depois da lambança do partido  com a desistência da senadora Simone Tebet, ganhou novo fôlego. Na sigla estão todos empolgados e seguros com a capacidade agregadora de Mochi. Só falta o principal:Combinar com o eleitor!