Ex-presidente:Com julgamento de novo habeas corpus, chances de Lula ser solto são reais

por:Paulo da Silva

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal(STF)  irá analisar mais um  pedido de soltura para o ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva nesta terça-feira(04).

Pelo desenrolar da situação, com o principal juiz do caso, Sérgio Moro, que largou a toga para exercer um cargo político, não há portanto, a necessidade de Lula permanecer preso. Isso valendo a tese de sê-lo (Lula), um preso político.

Por conta da condenação que é bom que se lembre, teve trâmite record, o que facilitou para a eleição de Jair Bolsonaro (PSL), se tornar o presidente eleito.E a posição de juristas de renome reprovarem a condenação de Lula. Outro detalhe, a questão lava jato, já tomou tempo e espaço demais na mídia e no STF e isso tem irritado os ministros.

Ricardo Lewandowsk (presidente), Celso de Mello, Gilmar Mendes, Cármen Lúcia e Edson Fachin, serão os ministros que votarão a soltura do maior presidente do Brasil. Lula é mantido preso há 8 meses em uma sede da Polícia Federal de Curitiba. Ele cumpre a pena(antecipada) de 12 anos e um mês de condenação sem provas, no caso do tríplex do Guarujá(SP).