“Um caso inédito na história do Direito”, afirmou o pré-candidato ao Senado Flávio Dino (PSB), ex-governador do Maranhão.

247

Pré-candidato ao Senado e ex-governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB) fez ironias nesta sexta-feira (17) à declaração de Jair Bolsonaro (PL), que defendeu a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) no Congresso Nacional para investigar a Petrobrás.

“Um caso inédito na história do Direito: o presidente da República quer uma CPI para investigar a Petrobras, que integra o governo que ele chefia. E por conseguinte investigar os presidentes da Petrobras que ele mesmo nomeou. Ou seja, ele quer investigar a si próprio?”, escreveu o ex-chefe do Executivo maranhense no Twitter.

Pelo cargo que ocupa, Bolsonaro tem poder de indicar o presidente da Petrobrás. Também pode indicar nomes para conselhos da empresa, que definem a política de preços da estatal.

A defesa de Bolsonaro, com intenções eleitoreiras, de uma CPI da Petrobrás veio após a estatal anunciar, nesta sexta, um reajuste de 5,18% para o litro da gasolina e de 14,21% para o litro do diesel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here