Edir Macedo é líder da Igreja Universal e dono da Record; instituição religiosa ataca Lula e o PT (Imagem: Divulgação / IURD)

A Igreja Universal, comandada por Edir Macedo, que também é dono da Record, passou a utilizar o seu jornal semanal para ataques contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ao PT. Fiel ao presidente Jair Bolsonaro (PL), o veículo tem detonado o líder da esquerda.

A Folha Universal iniciou uma campanha contra o ex-chefe do Executivo, com alguns artigos identificados como “editoriais” e assinados pelo advogado Denis Farias, do Pará, fiel a Edir Macedo.

Em nota ao jornal Folha de S. Paulo, a assessoria de comunicação da Universal informou que todo texto de opinião assinado pelo autor que é publicado na Folha Universal, ou em qualquer jornal, sempre reflete o ponto de vista de quem o redigiu, e pode, ou não, coincidir com as convicções do veículo”.

Igreja Universal atormenta Lula, PT e esquerdistas

Na última semana, a Folha Universal apresentou um editorial com o título: As Portas do Inferno Não Prevalecerão, assinado por Faria. Nele, o advogado citou:

“Jesus Cristo encorajou o apóstolo Pedro e seus discípulos, garantindo que as portas do inferno não prevalecerão contra a igreja que Ele iria edificar (Mateus 16:18)”.

O autor salientou que, no Brasil, “temos a chance de deter o avanço do comunismo e do socialismo” e expôs que a maneira de barrar isso seria “rechaçando nas urnas Lula e a sua legislação de partidos de esquerda nas eleições para presidente e para o Congresso Nacional”.

Em outro texto assinado por Farias, ele associou Lula e o PT ao comunismo. O editorial com o título Nazismo e Comunismo: Duas Fazes da Mesma Moeda comentou que os dois são responsáveis por “opressão, abusos, controle absoluto, perseguição e morte de qualquer opositor”.

Em mais um ataque, no texto sem assinatura com o título Argentina e Chile: Alerta Vermelho, o aviso: “Se o Brasil não tomar cuidado, passará logo a ver os mesmos desmoronamentos por aqui, mesmo já sabendo o que o PT causou ao país (e agora atribui ao governo atual, que teve que lidar com os estragos, sendo que o povo tem que lidar com eles todos os dias)”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here