O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) está com três avisos ativos para Mato Grosso do Sul nesta segunda-feira (31). O alerta vermelho de grande perigo indica chuva acima de 100 mm/dia, com risco de alagamentos, transbordamentos de rios, grandes deslizamentos de encostas, em 15 cidades da região leste do Estado. O aviso abrange Água Clara, Aparecida do Taboado, Bataguassu, Brasilândia, Camapuã, Cassilândia, Chapadão do Sul, Costa Rica, Inocência, Paraíso das Águas, Paranaíba, Ribas do Rio Pardo, Santa Rita do Pardo, Selvíria, e Três Lagoas.

Entre as recomendações estão: desligar aparelhos elétricos ou se possível, o quadro geral de energia; observar alteração nas encostas; permanecer em local abrigado; e em caso de inundação, ou similar, proteger pertences da água envoltos em sacos plásticos.

Para 33 municípios das regiões pantaneira, centro-norte e leste o alerta é laranja, e indica chuvas de  até 100 mm/dia e ventos intensos que podem atingir entre 60 a 100 km/h. Nas demais áreas do Estado o alerta é amarelo, e indica perigo potencial para chuvas com acumulados de até 50 mm/dia e ventos intensos que podem atingir entre 40 a 60 km/h.

Nesta tarde, a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil disparou SMS para os números cadastrados no 40199 com as orientações. Moradores da Capital receberam aviso de chuvas intensas e pedido para evitar áreas alagadas. “Siga as orientações da Defesa Civil Municipal e em casos de urgência ligue 199”.

Alertas Defesa Civil

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Mato Grosso do Sul conta com um serviço de SMS que dispara alertas diversos para o cidadão cadastrado.

O serviço oferecido gratuitamente é uma ferramenta importante pois os alertas vêm com orientações. Para aderir ao sistema, o cidadão deve enviar mensagem de texto para o número 40199 com o CEP da residência.

A partir do cadastramento, o telefone e o endereço são automaticamente incluídos na lista de envio dos alertas sempre que houver risco de desastres naturais na região indicada.

Vale ressaltar que a ferramenta não se trata de previsão do tempo, mas de alertas que serão enviados sempre que houver situação que requeira atenção especial ou medidas preventivas.

Mireli Obando, Subcom

Foto: Saul Schramm

Fonte: Governo MS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here