Com a nova promoção, o filho do vice-presidente Hamilton Mourão, Antônio Hamilton Rossell Mourão vira assessor especial do presidente do Banco do Brasil. A nomeação foi confirmada pela instituição bancária.

A partir de agora o salário do filho do vice-presidente triplicará, numa função que se equipara a de executivo. Ele já vinha atuando no banco há 11 anos como assessor do agronegócio e ganhava R$ 12 mil por mês. O serviço continuará o mesmo, apenas acrescenta a consultoria e a expressiva melhora do salário.

A promoção soou estranha dentro do banco. Funcionários costumam ter promoção progressiva, no caso do filho do vice-presidente fugiu à regra. Consultado por jornalistas, Mourão não quis comentar a promoção atípica do filho.