Sem capacidade de produzir fertilizantes internamente, o Brasil depende da Rússia, que está em guerra, para abastecer seu mercado

247

O ex-presidente Lula (PT) reagiu nesta sexta-feira (4) à fala da ministra da Agricultura de Jair Bolsonaro (PL), Tereza Cristina, que criticou a decisão equivocada ‘do Brasil’ de fechar as fábricas de fertilizantes do país.

Atualmente, o Brasil depende da Rússia para abastecer seu mercado interno de fertilizantes. Com a guerra entre o país e a Ucrânia, porém, o Brasil pode ter suas importações afetadas.

Lula fez questão de destacar que não foi “o Brasil” quem errou em fechar as fábricas de fertilizantes, e sim os governos de Michel Temer e Bolsonaro. “Foram os governos de Temer e Bolsonaro que erraram, não o Brasil, fechando fábricas de fertilizantes na Bahia, em Sergipe e no Paraná”.

“Também abandonaram a construção de novas fábricas de fertilizantes em Minas e no Mato Grosso do Sul. O governo atual aprofunda a dependência de derivados de petróleo importados, como fertilizantes e combustíveis, ao mesmo tempo que destrói empregos desmonta o setor no Brasil”, completou.

Há também uma parcela da culpa que recai sobre o ex-juiz parcial Sergio Moro (Podemos), que na esteira dos abusos cometidos enquanto juiz da Lava Jato, estrangulou as empreiteiras responsáveis pela construção da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados (UFN3), da Petrobrás, em Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here