Marineuza levou dois tiros, sendo um no cotovelo e outro na lateral esquerda.

Correio do Estado

Marineuza Lopes, de 37 anos, foi assassinada com dois tiros na manhã deste domingo (18) enquanto  colhia milho com o marido em uma fazenda na área rural de Amambai. De acordo com Boletim de Ocorrência, ela estava com o marido Alessandro Gonçalves quando foi atingida por disparos.

Caso foi registrado como homicídio simples na Delegacia de Polícia Civil de Amambai – Foto: Reprodução

Conforme o registro policial, Marineuza e o marido estavam colhendo milho quando apareceram dois homens próximo ao mato e ouviram barulho de tiro. De acordo com Alessandro, ambos correram para dentro da plantação, mas a esposa caiu.

Ao chegar perto da esposa, ele viu que Marineuza estava já sem sinais vitais e apresentava uma perfuração de entrada e saída no cotovelo esquerdo e também uma perfuração na lateral esquerda, próximo ao peito.

O caso foi registrado como homicídio simples na Delegacia de Polícia Civil de Amambai e o corpo foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) de Ponta Porã. A equipe da Polícia Civil realizou diligência na mata, porém, não localizou nada que pudesse levar ao esclarecimento dos fatos, nem autor e nem objeto usado no feito.