“Vacina Sputnik V demonstrou eficácia de 97,6%, com base na análise de dados sobre a taxa de infecção do coronavírus entre os russos imunizados com os dois componentes”, diz comunicado conjunto do Centro Gamaleya e do Fundo Russo de Investimentos Diretos.

247

A eficácia da vacina russa Sputnik V contra a COVID-19 atingiu 97,6%, com base na análise de dados sobre a porcentagem de infecção pós-vacinação entre russos imunizados.

A informação é do Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya e do Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo) anunciada nesta segunda-feira (19)

“A vacina Sputnik V demonstrou eficácia de 97,6%, com base na análise de dados sobre a taxa de infecção do coronavírus entre os russos imunizados com os dois componentes”, aponta o comunicado.

De acordo com dados de 3,8 milhões de russos vacinados entre 5 a 20 de dezembro de 2020 e até 31 de março deste ano, a taxa de infecção a partir do 35º dia da data da primeira dose foi de apenas 0,027%, em comparação com a incidência de 1,1% entre os não vacinados na população adulta.

“Os dados e cálculos da eficácia da vacina serão publicados em uma revista médica e vai ser revisada por pares em maio”, diz o documento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here