Recomendação partiu do Promotor Adriano Barrozo da Silva.

por:Paulo da Silva com informações do Midiamax

O Ministério Público Estadual, MP-MS, recomendou nesta terça feira (6), para que a prefeitura Municipal e Câmara de Vereadores da cidade de Pedro Gomes exonerem servidores comissionados com parentesco ocupantes do primeiro escalão do município.

A recomendação partiu do promotor Adriano Barrozo da Silva e destinada ao prefeito William do Banco(PSDB) e ao Presidente da Mesa Diretora da Câmara, Sandoval de Oliveira (SD) e tem o objetivo de impedir o nepotismo cruzado na cidade.

Sandoval que responde pela Casa de Leis, também 15 dias para se manifestar

Conforme o documento a ação do MP prevê que prefeitura e Câmara exonere os comissionados em cargos de confiança e até mesmo temporários que sejam cônjuges ou que tenham parentesco sanguíneo de até 3º grau com o prefeito, vice-prefeito, secretários, chefes de gabinete, procurador geral, vereadores ou servidores em cargo de chefia.

A prefeitura e Câmara tem um prazo de 15 dias depois da notificação para cumprir a recomendação, anexando cópia de atos de exoneração ou rescisão contratual.