Tensão no gabinete:Vinicius Dassi da Obras e Solange da Educação que são do grupo do MDB, que tem André Puccinelli como pré-candidato ao governo do Estado, poderão ter que deixar os cargos.

por:Paulo da Silva

O prefeito William do Banco(PSDB), deverá mexer em parte de seu secretariado, tendo em vista as eleições Estaduais. William teria recebido ordens da governadoria para abarcar leais companheiros para somar juntos a pretensão de Reinaldo Azambuja também do ninho tucano, por conta das eleições de outubro. Tudo indica que Azambuja tentará a reeleição.

Pressões tucanas

Na gestão do prefeito William do Banco, tem dois nomes do MDB. Trata-se da Secretaria de Educação Esporte e Cultura, Solange Escalabrini e Vinicius Dassi da Obras. Pastas belicosas em que William poderá ter que trocar por conta das pelejas políticas que já toma corpo em toda a região norte.

Na Educação, Solange, outro nome ligado ao partido que tem André Puccinelli como pré-candidato.

William está sendo pressionado pela cúpula tucana, tanto daqui como de Campo Grande  a garantir o máximo de votos possível para as pretensões do PSDB Estadual, como forma de compensar os investimentos do governo de Azambuja na cidade Pedrogomense. A festa do aniversário da cidade do ano passado, obras de drenagem e pavimentação asfáltica e recapeamento de ruas no centro. Apoio para  realizar o Carnaval deste ano também está na conta de William que precisa ser paga; com votos.

Chegou a conta William e ela terá que ser paga, com votos!

 

William estará diante de seu maior desafio, converter as ajudas que tem recebido [governo do Estado] em votos para as pretensões tucanas. Tem quem aposte em um grande fiasco eleitoral de William e isso tem de fato tirado o sono do prefeito.

O pagamento=Votos/Foto:rede social

O OPORTALPNEWS apurou com até duas fontes que o atual Secretario de Obras Vinicius Dassi da ala do MDB,  poderá  ter que deixar a pasta. A secretaria seria ofertada para um nome de expressão eleitoral  com o intuito de angariar votos para  as pretensões de William e Azambuja. Vinicius é da ala do PMDB, hoje MDB, que tem André Puccinelli pré-candidato ao pleito deste ano. Solange da Educação não está cogitada ainda, sua saída. 

Vinicius, na Obras

 

É dado como certo o rompimento oficial do vice-prefeito Gustavo Mota (MDB) e William do Banco(PSDB), que seguirão caminhos diferentes nesta que promete ser a eleição mais disputada entre André e Azambuja. O PDT de Odilon de Oliveira, outro pré-candidato é outra conversa, passa distante das amarrações política do velho e judiado,  Amarra cabelo.

William e Gustavo:Caminhos diferentes..