Todos os 9 vereadores abraçaram a causa do Piso do Magistério. Pressão sobre William aumenta.

Por unanimidade, os pares do legislativo pedrogomense recusaram a retirada do projeto encaminhado para a Câmara de Vereadores pelo prefeito William Fontoura (PP) que concedia reajuste de apenas 10% para os Professores, ante os 33,24% assegurado em lei pelo presidente Jair Bolsonaro.

Todos os vereadores se levantaram quando foi lido o ofício encaminhado pelo prefeito no começo da tarde de hoje (28) que pedia a retirada do projeto enviado pelo pela própria gestão. Foi uma manobra para poder neutralizar a luta da classe, que se fosse recusado pela Casa de Leis, ficavam sem proposta e nas mãos da gestão, que poderia nem mesmo encaminhar outro projeto. Com a posição dos parlamentares, a pressão sobre o prefeito aumenta ainda mais. Agora, uma emenda em cima do projeto enviado pelo prefeito, obrigará William a negociar novamente com a categoria. Chiquinho da Vila falou na tribuna que cobrou do prefeito um reajuste em torno de 20%- no caso o dobro proposto pelo prefeito. Os Professores querem o piso garantido em lei, ou a negociação do mesmo, mas com a sua liquidez até outubro deste ano.

Professores marcaram presença com cartazes e palavras de ordem, exigindo que os vereadores tomassem o partido da categoria e aumente a pressão para que o prefeito cumpra o reajuste total aprovado pelo Planalto. William enfrenta pela primeira vez um embate de peso com uma categoria que tem respaldo em lei, para reajustar seus salários. O índice estabelecido pelo governo federal para o novo piso nacional sobe de R$ 2.886 para R$ 3.845. E está se isolando cada vez mais, até quem lhe era fiel defensor, o vereador Paulo Marcos de Goes, o Chiquinho da Vila (PDT) defendeu a reivindicação dos Professores, bem como o vereador Nicanor Farias (PSDB) que parecia favorável ao prefeito na sessão passada.

Um registro do vereador Sandoval lendo-, certamente aprendeu com um Professor!

Todos os pares se manifestam e enalteceram a classe dos Professores. O vereador Sandoval de Oliveira (MDB) encantou os presentes em seu discurso carregado de significados para enaltecer a classe dos Professores.

Ao fazer uso da palavra, o Presidente da Câmara Mauro Júnior (PSDB) disse não entender o motivo do prefeito ter encaminhado um projeto  que não passaria na Casa e depois encaminhado um pedido, retirando o próprio projeto. Veja o vídeo:

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here