Ato contou com a presença de várias Conselheiras e busca proibir uso de narguilé em menores de idade, além do consumo em locais públicos.

Conselheiras Tutelares marcaram presença na sessão da Câmara de Vereadores de Pedro Gomes na busca de apoio da Casa de Leis para proibir o uso de narguilé por menores de 18 anos e seu uso em locais públicos.

Após o fim da sessão normal da Casa, a coordenadora do Conselho Tutelar Marislaine Targino, usou a tribuna expondo a situação para os pares da Casa. Durante a sua fala, expôs sobre a importância da proibição da venda de narguilé para menores de 18 anos, também proibir o uso em locais públicos citando exemplo do fumante passivo que nos quais nunca fumaram ou usaram o tabaco, mas podem estar colocando a sua saúde em risco quando estão próximos a quem usa por conta da fumaça. A ideia é também proibir o uso e a permanência de menores em tabacarias afim de garantir o direito à saúde das crianças e adolescentes.

Foi citado como exemplo dois municípios do estado que já se tem uma lei municipal onde há as proibições devidas, também deixou claro os riscos que o uso da Narguilé traz para as pessoas. Foi solicitado então para a casa de leis, que criassem então um projeto de lei municipal para solucionar e evitar um mau futuro para crianças e adolescentes, tendo em vistas que o uso da narguilé causa dependência para os usuários, respeitando as pessoas maiores de idade que fazem o uso, mas que possam ir para locais apropriados como as Tabacarias da cidade.

Ao final, o vereadores, Anderson Luiz Fontoura, o Fontourinha (PTB), Jairo dos Santos (Patri) Adaídes Francisco, o Lobinho (DEM) Antônio Marcos Teodoro, o Marquinhos (PTB) e Sandoval de Oliveira (PTB) se manifestaram a favor da criação de um projeto de lei, e se colocaram a disposição das conselheiras.

Nicanor “picou a mula”

O vereador Nicanor Farias (PSDB) não ficou para ouvir as explanações das conselheiras sobre o tema. Assim que terminou a sessão, o vereador foi embora e nem sequer deu satisfação para as conselheiras que iriam partilhar o tema com todos os pares da Casa. A atitude foi tratada como uma falta de respeito por parte do parlamentar que parece ter ‘fugido’ de um tema tão desafiante que é saúde de nossos jovens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here