Gustavo não quer mais disputar cargos políticos, diz.

por:Paulo da Silva

O vice-prefeito Gustavo Mota (MDB) foi procurado por partidários com forte ligação com o MDB pedrogomense onde foi instigado a disputar as eleições municipais do ano que vem. Mota que atualmente é vice-prefeito na chapa que elegeu William Fontoura (PSDB) refuta da ideia.

O vice-prefeito Gustavo Mota que é Professor em foto recente num evento esportivo no Ginásio de Esportes

Gustavo já teria declarado aos mais próximos que não tem mais “tesão” por política. Que deseja cumprir seu mandato de vice até o fim e se mudar para a Capital, Campo Grande. “Disputar as eleições dentro de Pedro Gomes nem passa pela sua cabeça, declarou quando questionado pelo OPORTALPNEWS.

O atual vice que é Professor na rede municipal de ensino tem pais que já passaram pelo legislativo municipal, bem como ele próprio, eleito nas eleições de 2012 pelo PV com 277 votos.

Aqui um registro quando atuava na Casa de Leis, eleito nas eleições de 2012

Dentro da própria sigla emedebista o assunto eleições 2020 ainda não é pautado. A ex-prefeita Maura Jajah já declarou achar muito cedo para discutir o pleito de 2020. Entretanto, o partido está com foco nas eleições do próximo ano, porém ainda não tem um nome. Gustavo Mota poderia ser uma alternativa para o partido pleitear um retorno e despachar no “Palácio do Amarra cabelo”.

O poder do MDB

O MDB continuará sendo decisivo nas disputas eleitorais da cidade e agora com as novas regras eleitorais a sigla ganha mais ‘tutano político’. Em vigor a chamada cláusula de barreira proibindo as coligações proporcionais (vereadores) permitindo apenas para a majoritária,isto é, apenas para candidatura de prefeito. O partido é fortalecido e não ficará de fora das eleições que escolherá o futuro prefeito de Pedro Gomes, a partir de 2021.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here