Responsável pela pasta diz que órgão passará por reestruturação.

Por:Paulo da Silva

Criado para fortalecer a participação popular na gestão pública, o Conselho Municipal de Saúde encontra-se sem operação na cidade pedrogomense. O OPORTALPNEWS recebeu a denúncia de membros que representam lideranças comunitárias de bairros que nos relataram não estar mais havendo as reuniões mensais como deve ocorrer habitualmente.

Inoperância de CMS, poderá trazer sérios problemas para prefeito, William do Banco.No detalhe, Sandra que responde pela pasta e acima o atual prefeito William do Banco

O OPORTALPNEWS procurou outros membros de CMS, que confirmaram a não atuação do órgão fiscalizador da Saúde, na cidade de Pedro Gomes. Os membros ouvidos por este noticioso afirmaram que tudo indica, que a atual administração ( William do Banco) não tem interesse na real funcionalidade do Conselho e mesmo quando funcionava tinha ação enfraquecida. Relatam ainda que quando funcionavam, os membros indicados pela gestão pública tinha apenas figura decorativa, que desconheciam a total importância de sua funcionalidade.

A não atuação do CMS poderá acarretar problemas sérios ao prefeito William do Banco (PSDB), que poderá responder por crime de responsabilidade, uma vez que o Conselho é um órgão fiscalizador que respalda ou não os gastos das finanças públicas com a Saúde.

Por meio de aplicativo, este noticioso procurou o atual Presidente do órgão, João Marcos, porém, até o fechamento da edição desta matéria, não obtivemos resposta. Sandra Tereza Bedin Garcia que responde pela pasta da Saúde, declarou que o órgão passará por reestruturação por conta de alguns membros que saíram. Que já ouve indicação e que está tudo certo, garantiu Sandra.

Para que serve o CMS?

Tem a função deliberativa, com poder de decisão, participação e colaboração efetiva nos programas desenvolvidos em cada unidade de saúde.

 Como órgão de controle social, tem a função de fiscalizar,  o dinheiro da saúde, acompanhar as verbas que chegam pelo Sistema Único de Saúde (SUS), participar da elaboração das metas para a área. Atuar no controle de execução das ações na área da Saúde e tem que se reunir pelo menos uma vez por mês.