por Paulo da Silva

As falas do vereador Francisco Alves, o Dica (MDB) aumentou a tensão entre MDB e PSDB, partido do prefeito William Fontoura. As falas de Dica soaram como recado direto para a ala do PSDB que após a eleição estadual com a vitória de Reinaldo Azambuja pressiona pelos cargos, ainda ocupados pela ala emedebista.

O recado parece ser endereçado ao “tucano da mais alta plumagem”,  Dr. Jean Rommy e o termo aqui, para evitar interpretações controversas. Uma forma de classificar a ala tucana de: refinados, sutis, ágeis…Pois bem, o principal nome do PSDB na cidade, tucano histórico desconversa. “Eles tomaram um lado na eleição e perderam, faz parte do jogo. As trocas é a via natural das coisas” declara. O MDB não quer perder espaços e para isso pressiona e preveem até catástrofes políticas se ficaram desprestigiados. Repetem que tem eleição no ano que vem e que o apoio do partido é decisivo na escolha municipal.

Dr.Jean defende que os cargos fiquem com os que abraçaram a campanha de Reinaldo e desmente perseguição ao MDB. “É a via natural das coisas”, pontua.

O recado tem sido dado de forma efusiva com tons de agressividades. Dica é a voz do MDB na Casa. O parlamentar goza de prestígio e força dentro do MDB. Suas falas são coerentes quando também cobra a parte do partido. Tânia Fontoura (PR) com certa tibieza ensaiou uma defesa do PSDB. Que não é partidária e que na disputa de 2016, foi contra a coligação de  William  e que seu partido agora é o povo de Pedro Gomes. Era a hora das falas nas explicações pessoais e Dica não poderia pedir um a parte, mas já prepara a resposta na próxima sessão. A temperatura política tendem a aumentar.

MDB pedrogmense apoiou juiz Odilon no 2º turno contra Reinaldo-Foto Cedida ao OPORTALPNEWS

Como tudo começou…

Com a disputa ao governo do Estado em que o MDB depois de idas e vindas lançou o ex-deputado Júnior Mochi ao governo. Mochi foi o nome mais votado pelas bandas do norte, entretanto não conseguiu seguir para o 2° turno. MDB e patota decidiram apoiar o juiz aposentado Odilon de Oliveira (PDT) confrontando com o PSDB de Reinaldo Azambuja. No final das contas, Azambuja ganhou e o PSDB local, leia-se Dr. Jean Rommy não pede, mais exige que a governadoria tome os cargos ocupados por lideranças do MDB na cidade. Vale Renda, Sanessul e até a diretoria do Detran. O que soa normal, dado ao fato do MDB ter dado sustância e expressiva votação a Mochi e aliados. No meio desse fogo cruzado está o “coitadinho” do prefeito William Fontoura, que já tem dito aos mais próximos que não tem nada a ver com essa guerrilha como bom franciscano tenta e sem sucesso hastear a bandeira da paz. É ignorado.

No meio tiroteio;MDB X PSDB

Porém, o MDB enxerga a política de forma mais ampla. Para se justificar o partido cobra o apoio dado para eleger William Fontoura nas últimas pelejas políticas municipais. Urum, o partido apregoa que ainda tem créditos por conta da grande votação que deu a William nas eleições passadas, inclusive com o vice-prefeito, Gustavo Mota que também é Professor! O PSDB da cidade ignora as alegações e se depender deles o MDB terá que pagar pelas escolhas.

As obras recapeamentos, drenagem e pavimentação asfálitca são uma realidade no governo do PSDB.

A  ala tucana desconsidera que o MDB tenha tanta força assim para influir no pleito do ano que vem. Por conta dos inúmeros investimentos do governo do Estado na cidade vê nisso como bala na agulha para se apresentar como candidatos  tanto para o legislativo como para o executivo. O MDB solta fumaça com toda a petulância tucana e promete abrir fogo e incendiar o  ‘‘ninho tucano”. Corram e peguem a pipoca é briga ideologia e das boas.

1 COMENTÁRIO

  1. O jean acha que ganha eleição em pedro gomes sozinho sem o apoio do MDB ou de qualquer outro partido. Não respeita os antigos parceiros. quem ele ira por nesses lugares tem cacife eleitoral do que?? aguardemos os novos capitulos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here