Fatos na unidade de Saúde são recorrentes; videomonitoramento ajudaria a coibir os repetidos furtos.

Uma servidora do Posto de Saúde Central usou as redes sociais para denunciar os constantes furtos ocorrido no Posto de Saúde Central de Pedro Gomes.  O assunto tomou proporções gigantescas, com a disseminação do post em vários grupos de WhastsApp.

De acordo com a servidora, não é a primeira vez que o fato ocorre e relata que até pé de alface já foi furtado da unidade.  A celeuma começou pelo ‘sumiço’ de uma garrafa de Tupperware.

De acordo com o relato indignado é notebook, pen-drive, roteador de internet portátil, salário de colega que estava com dinheiro contadinho pra pagar as despesas de casa, requeijão, sacola fechada com produtos de beleza de marca famosa. A postagem fica bisonha quando chega a relatar que até pé de alface já foi surrupiado do dito posto. “Ladrão é Ladrão, quem furta uma agulha, furta um caminhão, não há diferença”, faz parte do textão de indignação.

No relato, a autora parece saber de quem se trata e aconselha a pessoa a procurar tratamento. “Vai procurar tratamento minha filha, você é doente”, postou em letras garrafais. Descreve que o impulso de furtar é conhecido como uma doença, a cleptomania e indica um psiquiatra.

O PNEWS procurou a Secretaria de Saúde, Sandra Tereza Bedin Garcia para se manifestar sobre o furto no Posto de Saúde, tão próximo de seu gabinete. Declarou não acreditar que houve furto, apenas sumiu de lá e achou graça da situação.

Confira na íntegra o relato do furto nas redes sociais:

Vai ter textão sim, e se reclamar, escrevo mais!!! 🤨
Eu estava me segurando para não dizer nada a respeito, entretanto é tanta hipocrisia que eu não agüento.
Não sou de me posicionar com esse tipo de postagens em rede social, mas às vezes se faz necessário!
O assunto em questão é essa Garrafa da Tupperware de 1 litro que foi furtada de dentro da sala de uma amiga no Posto de Saúde Central.
Que coisa feia, né!?
Nem minha filha que tem 7 anos de idade sabe que o que não lhe pertence pode ser levado pra casa. O problema nem é tanto a Garrafa em si que custou só R$ 50,00 mas é que alguns funcionários da Secretaria Municipal de Saúde já estamos cansados disso, pega aqui, passa a mão ali, achando que não será notado, é notebook, pen-drive, roteador de Internet portátil, salário de colega que estava com dinheiro contadinha pra pagar as despesas de casa, requeijão, sacola fechada com produtos da Natura, pé de alface (isso mesmo gente, nem o alface se livrou da mão lisa 🙄) que tem no meu posto. Feio demais, chega a ser ridículooooo!!!! Ladrão é Ladrão, quem furta uma agulha, furta um caminhão, não há diferença.
VAI PROCURAR TRATAMENTO MINHA FILHA, VOCÊ É DOENTE! 😉
O impulso de furtar, também conhecido como cleptomania ou furto compulsivo, é uma doença psiquiátrica que leva ao furto frequente de objetos de amigos e familiares, devido a um impulso incontrolável de possuir algo que não é seu.
Essa doença não tem cura, mas o comportamento de roubar pode ser controlado com o tratamento orientado pelo psicólogo ou psiquiatra.
Nós já estamos cansados, vira e mexe some algo de lá do posto! Vamos parar com hipocrisia e cada um ter suas coisas sem roubar as coisas do colega de trabalho que isso é muito feio! Quer emprestado e só pedir, se o problema for esse eu até te dou uma Garrafa dessa, tenho várias parecida aqui em casa, não me custa nadaaa!!!!
Agora roubar isso já passou dos limites!!!
🗣️🗣️ Mexer nas coisas dos outros é feio, viu? Fique esperta!
Por favor se alguém encontrou ou pegou, devolva. ❤️

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here