“Porque mudar? É um direito dos parlamentares”, observou Fontourinha. 

O vereador Anderson Luiz Fontoura, o Fontourinha (PTB) se manifestou contra a redução do recesso parlamentar. O recesso, que na verdade são as férias da vereança pedrogomense foi criticada pelo vereador Jairo dos Santos na última sessão, antes de iniciar mais um recesso na Casa de Leis.

O vereador Mauro Júnior que comanda os trabalhos na Casa, já entrou com uma matéria para a redução do que é chamado de excesso do recesso, fixando apenas o recesso de fim de ano.

Atualmente os pares do legislativo gozam num total de 75 dias de recesso, que na verdade são as férias dos vereadores. Para Fontourinha, a Constituição prevê dois períodos de suspensão dos trabalhos legislativos: de 23 de dezembro a 1º de fevereiro e de 18 a 31 de julho. Esta limitação constitucional obriga o teto máximo de 55 dias aos parlamentos federais (Câmara dos Deputados e Senado), Assembleias estaduais e as Câmaras de Vereadores.

“Porque mudar? É um direito dos parlamentares”, observou Fontourinha. Outros pares do legislativo já se mostraram a favor da redução do recesso; Andaídes Francisco, o Lobinho (DEM), Nicanor Farias(PSDB), Mauro Júnior (PSDB) e Jairo dos Santos (Patri)

Por meio de um editorial no programa Notícias da Manhã, pela FM Cidade, o editor do OPORTALPNEWS apoia a redução do recesso parlamentar. Para fique apenas em 30 dias. A proposta de redução e igualando as férias dos parlamentares, igualaria com as férias de qualquer trabalhar comum em nossa cidade, que goza de apenas 30 dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here