Daqui a um ano voltaremos as urnas para escolher um novo prefeito para Pedro Gomes.

por:Paulo da Silva/atualizada as 19h

Todos os possíveis candidatos projetam seus olhares nas eleições do ano que vem. Os partidos já se movimentam em busca dos seus nomes para a disputa da prefeitura da pacata Amarra cabelo. Em outubro de 2020, iremos as urnas escolher o futuro prefeito da cidade pedrogomense e o pleito já agita os bastidores.

O atual prefeito, William Fontoura (PSDB) tentará ser reconduzido ao cargo. O problema no entanto é o impasse dentro do próprio PSDB que também tem outro postulante ao cargo de prefeito. Trata-se de Jean Rommy -tucano da mais alta plumagem-, que para que não haja controvérsias de interpretações a gente quer dizer que é refinado, tem bom gosto e patati patatá. Pois bem, caso William queria mesmo ir para a reeleição deverá procurar um outro partido. Para tanto, o prefeito tem o DEM nas mãos, via sua Secretaria de Promoção e Assistência Social, a bela Jakeline Figueiredo, a “forasteira”.

 Perigosa há quem assegure que Jak esteja nas articulações para arregimentar a candidatura de reeleição do prefeito William Fontoura, ainda no PSDB.

O prefeito ainda tem esperanças de que o partido repense e sinalize sua candidatura. William espera que o governador dê a palavra final e claro na torcida para que ele aponte o seu nome o que soa quase que improvável. Nem apelando para assembleias dentro do PSDB ajuda William. O partido é controlado pelo tucano de garras e bicos afiados- Dr. Jean e não dará chances para William construir suas pretensões políticas.

Uma dúvida existente hoje em Pedro Gomes é o MDB que tem em suas fileiras a ex-prefeita Maura Jajah e o carismático do Dr. Moisés. Não tem nada definido quem o partido apresentará para ser candidato, se é que o terá. Cogita-se lançar nome próprio, porém prefere aguardar as definições do quadro politico e também as pesquisas. O partido segue rachado quando surge a proposta de reeleição de William. Nomes do vereador Francisco Alves, o Dica e Gustavo Mota aparecem como possibilidades.

Na tentativa de reeleição, Maura Jajah, teve o hoje prefeito William Fontoura como candidato a vice

Confira outros postulantes ao cargo:

Vanderley Mota(PSB)

O ex-prefeito Francisco Vanderley Mota (PSB) desponta como nome para a disputa do pleito. Entretanto as possibilidades do ex petista disputar a prefeitura de Pedro Gomes são mínimas, quase nulas. Vanderley está sem apoio político na cidade. Um nome já cansado de ser carregado pelo eleitor pedrogomense que já lhe deu quatro possibilidades, com duas vitória.

A solução seria colocar a esposa, Maura Mota numa eventual disputa, ou mesma como vice em alguma chapa. Mas, o ego de Vanderley não deixa. Mais política do que o próprio Vanderley um plano com Maura Mota incluso teria mais chances de vingar.  Graciosa, querida, simpática e de bem com o público, mesmo assim Vanderley boicota as chances reais de Maura Mota.

Silvio Carlos (PSL)

O Silvio é o político das oportunidades. Do tipo que não tem luz própria. Tenta hoje se projetar pelo cargo que desempenhou como Secretario de Saúde desde a gestão do seu tio, Seu Né. Silvio não é bem quisto nem mesmo nos quadros da Saúde, onde propaga suas proezas administrativas-mas quais mesmo? Gostava de cobrar horário dos servidores, entretanto ele mesmo não era nenhum exemplo. Um ausente da pasta. Optou por receber os seus vencimentos como servidor -ao qual ninguém nunca ouviu concertando algum dente furado de um pobre diabo desta cidade. Pois bem, que isto era uma forma de agregar outros proventos. Um jeitinho legal, mais antiético de receber mais no do que o habitual no final do mês. As recentes que passaram pela Secretaria de Saúde, como a enfermeira Andreia Moreira e hoje, Sandra Tereza são mais presentes e bem queridas pelos servidores ao contrário dele. O Silvio nomeava coordenadores que tinha também a função de falar bem dele aborrecendo com exageros de pequenos feitos que nunca colou na imagem de Silvio e nem foi capaz de converter isso em votos. Ufa!

Uma imagem rara do Silvio, ao meio com óculos entre os botões da camisa, ladeados pelo irmão Sergio Claudio e demais profissionais da Saúde.Foto de arquivo

Sempre quando se aproxima as eleições municipais, o Silvio ambiciona o cargo máximo do executivo. Em 2016 da disputa pela prefeitura pedrogomense, Silvio abandonou o ex-prefeito Vanderley e num momento em que ele mais precisava de Silvio. E Silvio, foi correr atrás  até cansar de William Fontoura (PSDB) que acabou virando prefeito e Silvio foi se isolando ainda mais no cenário político. A verdade é que ninguém confia politicamente no Silvio.

Aqui um registro de Silvio junto com o governador Reinaldo Azambuja o prefeito William Fontoura, Fontourinha e o seu irão Sergio Claudio.

Em 2018 com a ascensão do o Jair Bolsonaro (PSL)  com sua política de extrema direita, o Silvio pareceu se identificar e daí renovou as forças na peleja pela prefeitura de Pedro Gomes. Correu para se filiar ao partido e anuncia aos quatro cantos desta cidade inclusive nos botecos de pingas, onde desdentados, incautos e inocentes se reúnem por conta do ócio, e dar-lhes a ouvir de um tudo até mesmo sobre política.

Silvio e Vanderley;era nítido o constrangimento do ex-prefeito Vanderley em ter sido Silvio como um de seus “aliados”

A maior prova de que a atuação de Silvio na Saúde é testificada não pela eficiência mas pela sua incompetência foi que o Tribunal de Contas do Estado/MS ter divulgado uma lista em 2018, no qual constava 131 gestores que tiveram as contas rejeitadas pela Corte quando no exercício das funções públicas. O Tribunal fez isso para barrar as pretensões destes nomes que poderia pleitear candidaturas naquela ocasião. A lista visava respaldar o Tribunal Regional Eleitoral de filtrar os nomes em eventual candidatura naquele ano. O fato foi destaque no site de noticias o Campo Grande News ao qual deixaremos em destaque. E o nosso paladino da eficiência-só que não, constava nesta lista. Veja gráfico abaixo:

Como consta no post do CGNEWS o nome de Silvio Carlos é o único que aparece na lista com contas reprovadas-https://www.campograndenews.com.br/cidades/lista-suja-do-tce-tem-131-nomes-que-podem-ter-candidatura-rejeitada

Com fatos evidentes listados acima, o nome de Silvio pode ser apenas um sonho, nada objetivo, apenas de desejo pessoal de ser candidato.

Saner Paulo-PSDB/PDT?

O ex-vereador e ex-Presidente da Câmara Saner Paulo de Oliveira Farias é outro virtual candidato em terras pedrogoemenses. Foi o principal articulador da candidatura do hoje prefeito William Fontoura em 2016. Puxou uma ampla filiação de partidários ao ninho tucano e fomentou os apoios dos demais partidos pro William. Foi nomeado para a pasta de Desenvolvimento Econômico onde ficou por cerca de quase a metade da gestão de William e resolveu deixara administração e ir cuidar do negócio próprio. De personalidade forte Saner já peitou em outra ocasião a posição do seu antigo partido o PDT em que decidiu apoio a primeira e vitoriosa gestão de Vanderley Mota quando disputou pelo PT, contra a ex-prefeita Maura Jajah. Saner fez campanha no chão, não subiu no palanque de Vanderley e ainda virou depois presidente da Casa. Busca construir candidatura com o PDT e aliado como outras lideranças histórica do partido na cidade como o ex-vereador Biro Tete.

Sebastião Paraguai(PP)

Com o comando do hospital do Amor em Pedro Gomes, Sebastião Alvarenga, o Sebastião Paraguai já sinalizou que pretende disputar o cargo do executivo. Para tanto, precisa convencer o Vanderley de quem é ligado. Ele teria recebido uma boa bolada em jogo de azar e isso lhe deu uma boa estrutura financeira, dando-lhe tempo para se interessar mais pela política. Se envolveu em polêmicas com vereadores da atual gestão e foi atacado pelos pares na tribuna da Casa.

Zé do Mano(PTB)

O ex-prefeito José Mendes Fontoura, o popular Zé do Mano como sempre vem fazendo nos últimos pleitos bagunçar as pretensões eleitorais do ano que vem. Anuncia que já pagou as contas com a justiça e que está com os poderes políticos plenos e restabelecidos para poder “salvar” Pedro Gomes. Personagem conhecido do eleitor pedrogomense, onde foi prefeito por duas vezes 1983 a 1988 e 1993 a 1996. De lá para cá, o Zé vem tendo dificuldades para emplacar suas investidas políticas. Em 2008 apoiou a tentativa de reeleição da ex-prefeita Maura Jajah (MDB). Com isso protagonizou uma cena hilária para o eleitor pedrogomense que não entendeu as pretensões do Zé em apoiar que ele sempre criticou. Taxava o grupo de apoio a ex-prefeita Maura de elitizada e outros adjetivos depreciativos. Maura acabou perdendo por miséria para Vanderley (23 votos) e Zé zarpou para a Capital, Campo Grande. Em 2016, o Zé volta de mala e cuia para Pedro Gomes, alugou um chácara e alardeava que era o candidato, o redentor do Amarra cabelo. Vendia ideias   mirabolantes de que iria montar uma fábrica de roupas e que Pedro Gomes iria deslanchar e patati patatá… Acabou com o registro impugnado. Colocou a filha no lugar e dá-lhe politicar e só não falava mal de Deus por que não o conhece. O Zé chorava e perdoe-me, essa era a melhor parte. Ele chorava ao suplicar votos e muitos riam da cena.

O Zé chorando em um comício no chão na Vila Marcelino região do Cascalho

No fim das contas o Zé e a filha não elegeram nem sequer um vereador da coligação e o Zé zarpou de novo para a Capital. Nas eleições de 2018 quando escolheria os governadores, deputados, senadores e presidente, ganha um doce de abóbora quem adivinhar que retornou para a cidade de Pedro Gomes para politicar? Urum, o Zé. Com chapéu cata ovo camisa pano de mesa aperreou a todos com conversas políticas.

Ninguém mais dava corda para o Zé. Ele apoiou a candidatura de Juiz Odilon(PDT) que perdeu para Azambuja e o Zé? O Zé voltou para a Capital, oras! Zé peréqueté. Para 2020 o Zé se diz pronto. Está no PTB e lá vamos nós de novo.

Zé do Mano:Cercado por lideranças do PTB

O Zé do Mano é do tipo de político que gosta de falar bem de si mesmo. Se preocupa em vender a própria imagem. Enaltece suas qualidades e competências. Parece querer criar um mito em torno de si. Exagera seus feitos magnifica suas obrigações políticas. Um tédio.

Roberto Merce Atanásio Fontoura (Patriota)

Roberto Merce vem com discurso diferente. Nada de ser como os outros. Garante que tem a solução para tirar Pedro Gomes do marasmo em que se encontra. Que contagiar a todos com o plantio do café. Tal ideia dará uma identidade visual econômica e cultural para o velho Amarra Cabelo. Faz visitas de surpresas nas casas e vende a sua ideia. Seu maior parceiro nesta empreitada é Léo da Farmácia, que anuncia como a chance final de Pedro Gomes sair do lugar da onde está. Não tem diálogos com a velha política de Pedro Gomes que só elege prefeito despachante e não visionário.

Merce até fez o lançamento de sua candidatura em 2016, como nesse registro feito na Câmara Municipal de Pedro Gomes. Candidatura teve que ser postergada

Até para quem vier a ocupar sua chapa de vice, Roberto radicaliza. Almeja um vice que caso seja eleito terá que ser engajado  com a gestão pública. Com forte ligação a ala evangélica Roberto aos poucos vem conquistando os votos dos fiéis e despertando curiosidades. Teve suas pretensões boicotadas em 2016 quando buscava sua primeira candidatura que acabou rejeitada pelo TRE, pois o irmão na condição de vice, não teria renunciado meses antes.

Na pretensão de disputar a prefeitura pedrogomense, ainda parece o nome do servidor Osman Machado que tem o projeto de defender os funcionários públicos. O nome do ex-prefeito Seu Né também já foi cogitado, entretanto por hora prefere ficar longe das discussões políticas pois acredita que falar agora de eleição confunde o eleitor.

É certo que nos bastidores não se fala em outra coisa a não ser sucessão municipal. Para estes dias sondagem eleitorais vão afunilar a composição de alianças que mais uma vez definirá o prefeito de nossa querida Pedro Gomes. Nós do OPORTALPNEWS prometemos contar tudo.

1 COMENTÁRIO

  1. Roberto é a solução da nova Pedro Gomes,se as pessoas se consientizar que,a velha política deixou rastros de atrasos,ele é a única pessoa capaz de fazer algo diferente, porque não fará alianças espúrias que só visam o poder

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here