Partido se agrupa e deve ser o coadjuvante na chapa encabeçada por William.

por:Paulo da Silva

As vésperas das convenções municipais, o MDB irá fazer uma outra reunião entre partidários para definir os rumos no pleito de 2020. O partido já havia se reunido na semana passada para ouvir os correligionários que puderam analisar o atual quadro político.

É consenso dentro do MDB  a indicação da vice para a chapa de William. Emedebistas pressionam, cobram e até impõe a vice já que não tem ninguém a altura para competir na cabeça, pela prefeitura pedrogomense. Outras siglas estão enciumadas.

O nome mais ventilado para vice na chapa de William era o ex- petista, Doglas de Oliveira agora no PTB. Porém, o ex-deputado federal e ‘dono’ do partido, Roberto Jefferson proibiu alianças entre as siglas, DEM,PSDB e partidos da esquerda. Isso azedou os planos de Doglas e abriu o leque para que fiéis partidários de William jogassem charmes para outros partidos. É onde o MDB aparece e faz o protagonismo político.

A nata do MDB reunida entre elas o atual vice-prefeito, Professor Gustavo, os ex-prefeitos Mano (Sonora) Maura Jajah; Daurinha e Vandinha, o ex-governador André Punccinelli e Jairo

William quer todos…

O prefeito e sua patota tem conversado com várias lideranças políticas da cidade. Deseja repetir a mesma “chapona” do pleito passado. Em 2016, William no PSDB teve 14 partidos aliados. Tem conversas animadoras com o tucano Dr. Jean Rommy  que também, se não conseguir viabilizar candidatura própria, vislumbra a possibilidade de vice.

Tem jogado charmes até para Saner Paulo do PDT cotado hoje para ser vice de Vanderley. Roberto Merce (Patri) deve vir de chapa pura. Por lá o nome que ganhou força foi de Evandro Borges, mais conhecido como Cafuringa. Zé do Mano do PV também deve vir de chapa pura, mas ninguém nem ouviu falar de quem se trata. Mas, falta pouco para sabermos; quem vai com quem nessas eleições de 2020.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here