Pastor Antônio Dionísio usa religião para blindar filho das acusações de policial de que foi transferido para Pedro Gomes.

por:Paulo da Silva

O pastor, Antônio Dionísio, na Presidência das Convenções dos Ministros das Assembleias de Deus em todo o Estado, está convocando os fiéis para realizarem orações em favor de seu filho, o deputado federal e pré-candidato a reeleição, Elizeu Dionízio que antes estava no PSDB, agora no PSB, por conta da repercussão negativa de vídeos editados pelo policial Tiago Vargas envolvendo o nome do deputado.

Cruzada contra o policial-Foto:Redes sociais

Ao que tudo indica, o pastor também quer dar ampla publicidade ao ato, pois também pede que lhe sejam enviada as fotos dos irmãos no momento de orações pelo filho deputado, contra o que chamou de  “calúnias” por um homem chamado Tiago. Se referindo ao policial Tiago Vargas que está sofrendo retalhações de seus superiores. Tiago acredita que a influência do deputado, junto a seus superiores  tenha desencadeado investigação funcional pelo que o órgão está chamando de desvio de conduta funcional.

O policial teve as férias suspensas por conta da postagem do vídeo que questiona a posição divergente do deputado federal, Elizeu Dionísio

O policial apenas retratou no vídeo as posições divergentes de Elizeu Dionízio que votou pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff(PT) e para proteger o atual presidente (Michel Temer-MDB) das investigações de corrupção.

oração forte contra o policial Tiago Vargas

O pedido de orações do pastor está causando divisões nos próprios fiéis que criticaram o uso das Assembleias de Deus para cunho político e muitos desaprovaram as posições políticas de Elizeu que votou contra Dilma e protegeu Temer.