Thiago Holsback/Secretaria Municipal de Saúde São Gabriel do Oeste

Nas vésperas de uma campanha de vacinação e com o país todo em alerta por conta de uma ameaça viral em alguma regiões do Brasil, em que doenças que estavam há tempos fora de circulação no país ameaçam voltar a nos assombrar, um ato de puro vandalismo causou um prejuízo por enquanto incalculável para o município de São Gabriel do Oeste.

Foto:Divulgação

Vândalos desligaram o padrão de energia elétrica no final de semana, quando a Unidade de Saúde estava fechada e conseqüentemente desligaram o sistema de armazenamento das vacinas, o fato só pode ser verificado na segunda-feira, quando a equipe retornou ao trabalho.

Vacinas são produzidas com cargas virais enfraquecidas que devem ser armazenada em constante refrigeração para que tenham o efeito esperado, fora das condições de armazenamento a vacinas perdem sua eficácia e podem causar risco à população, os efeitos vão desde a não imunização até reações adversas.

Um levantamento da equipe deu conta que 218 frascos de vacina foram afetados pelo desligamento do equipamento, cada frasco tem de 5 a 10 doses integrais de vacina, como a equipe não tem como precisar quanto tempo as vacinas ficaram sem o resfriamento adequado os frascos foram recolhidos e serão enviados para análise, o que vai determinar quais deles estão inutilizados e só então será estimado o tamanho do prejuízo.

Medidas de proteção para evitar esse tipo de ação estão sendo estudadas para evitar futuros ataques.