A principal suspeita: contratação irregular por meio de processo fraudulento para favorecer apadrinhados políticos.

O prefeito reeleito, Enelto Ramos (DEM) está novamente na mira do Ministério Público. Desta vez uma denúncia anônima aceita pela Promotoria de Justiça irá investigar se servidores de um processo seletivo tiveram privilégios. Enelto não teria respeitado o princípio da impessoalidade e publicidade, conforme os documentos anexados no processo.

A suspeita é que o processo de seleção para Oficial de Manutenção foi uma forma de burlar a Lei para manter os apadrinhados no cargo. Apenas uma pessoa foi inscrita. Enelto já é investigado pelo MP por  contratação de pessoas de forma irregular

Sobre a contratação irregular pelo processo seletivo, sob  suspeita pode ser acessado no site do MP/MS sob o número 01.2021.00003549-0

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here