Denúncia seria para complementação de salário de vereadores.

por:Paulo da Silva

Após denúncia que estremeceu a Câmara de Vereadores de Sonora, de que diárias abusivas estaria sendo pagas a dois parlamentares, o Presidente da Mesa Diretora da Câmara, Raphael de Lemos (MDB), emitiu uma nota na tarde desta quinta-feira (13).

Na nota, Raphael classificou que a denúncia é mentirosa, eleitoreira e infundada. Na denúncia apresentada pelo Ministério Público descreve emissão de diárias no ano de 2019 a dois vereadores que somavam um total de R$ 79 mil e que seria para uma suposta complementação de salário.

Os nomes dos vereadores citados na denúncia não foi divulgado, pois o processo de investigação ainda não foi aberto e deverá ser feito pelo Promotor Adriano Barrozo que atende na comarca sonorense.

“Essa presidência reafirma o compromisso com a população e destaca que as diárias emitidas aos 11 vereadores são devidamente amparadas pela lei vigente e comprovadas através de recibos e justificativas apresentadas pelos senhores vereadores para estarem em locais públicos com a única e exclusiva finalidade de buscar melhorias para a cidade, como viagens a Campo Grande e a capital do Brasil Brasília(DF)” declarou em um trecho a nota assinada por Raphael.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here