Projeto será discutido em audiência pública amanhã e vereadores terão que decidir se a população terá que pagar ou não o imposto.

O prefeito Enelto Ramos (DEM) parece brincar com a inteligência dos sonorenses. Numa ação vista como política, “congelou” o Imposto Predial Territorial Urbano, o IPTU, mas encaminhou para a Câmara de Vereadores, o projeto que autoriza a gestão pública a instituir a taxa de coleta, remoção, transporte, tratamento e destinação final de resíduos sólidos no município.

Por força da Lei Federal 14.026 de julho de 2020, caso não apresentasse a proposta, o prefeito incorreria na Lei de Responsabilidade Fiscal e teria sérios problemas judiciais. Enelto como faz o prefeito de Pedro Gomes. William Fontoura (DEM), joga a “batata quente” para os vereadores que terão que fazer o trabalho deles; de aprovar ou não o projeto.

Vários sonorenses ao tomarem conhecimento dessa atitude de Enelto se revoltaram e usam as redes sociais para criticar durante o prefeito. “Isso é uma vergonha, a população já paga tanto imposto e retorno disso para a população é pouco. Basta a gente ver a situação do Posto de Saúde que está com um problema crônico de infiltração e nem isso o prefeito tem a capacidade de resolver e agora quer impor mais um imposto para a população. Sou contra”, declarou um vereador de oposição a Enelto.

Toma na marreta do 25

Marreta do 25…

Enelto parece brincar com a inteligência da população. Ao congelar o IPTU e isso é uma medida provisória pois, depois retornará a ser cobrado da população, com a narrativa de que está do lado dos sonorenses, mas  quer impor a taxa de lixo, que no final das contas, a população terá que arcar duas taxas: a do IPTU e também a do lixo. Os munícipes recordam que durante a campanha de reeleição, o prefeito foi questionado se iria impor taxação do lixo, no qual negou que a taxa seria cobrada da população. Pelos grupos nas redes sociais, muitos sonorenses ironizam que com a nova proposta, a população de fato “caiu na marreta do 25” termo jocosamente usado agora para ironizar a atitude de Enelto que quer inserir a taxa de lixo na população.

Audiência Pública e Vereadores…

Só tem um jeito de não permitir a cobrança, a população marcar presença na audiência pública, marcada para ocorrer nesta sexta-feira (17) e dizer não a cobrança da taxa de lixo e pressionar os vereadores para não votarem a favor de mais nova cobrança. Sabe-se Enelto tem maioria na Casa de Leis, e o risco é grande-, se a população não protestar contra mais essa cobrança.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here