Durante a operação os Policiais deram cumprimento a um mandado de prisão, busca e apreensão domiciliar na casa do autor.

por:Paulo da Silva em WZ

Um jovem de 25 anos foi preso, suspeito de usar um perfil falso nas redes sociais para aliciar e estuprar uma mulher na cidade sonorense. A ação faz parte da operação “Perfil Fake”, da Polícia Civil de Sonora.

Segundo a corporação, o jovem foi preso na via pública e na casa dele foram apreendidos computadores, telefones celulares e arma que usava para intimidar a vítima, uma mulher de 41 anos no qual, por meio de um perfil falso o autor divulgou vídeos e fotos de cunho sexual em redes sociais.

A mulher relatou que havia conversado com uma pessoa que se utilizava do perfil fake ( Junior santos). Durante as conversas, a pessoa que se escondia atrás do perfil, demonstrou conhecer a rotina da vítima e passou a fazer ameaças inclusive para seus filhos, usando para isso fotos de sua residência, de seu veículo e de seus filhos. Sabia horários e a rotina de todos, o que fez com que a vítima entrasse em desespero e cumprisse todas as exigências enviadas pelo perfil.

Durante as conversas um homem, conhecido da vítima se apresentou para ajudar, porém em nenhum momento orientou a vítima fragilizada a procurar ajuda da polícia. O homem de 25 anos-, alvo da operação, ao invés de ajudar, manteve relações sexuais com a vítima e filmou, a “pedido” do perfil fake. Posteriormente desesperada e após bloquear o perfil, os vídeos foram vazados na rede.

Depois de procurar  os investigadores da Polícia Civil, e após minuciosa investigação-, analisando os perfis e as mensagens trocadas nas redes sociais do fake e do suspeito, descobriram que o homem agora preso é a pessoa por trás do perfil falso.

O autor responderá pelos crimes de estupro, ameaça, injúria e divulgação de cena de sexo ou pornografia. Caso confirmado todos os crimes, as penas somadas ultrapassam dezessete anos de prisão.

A Polícia orienta as mulheres que foram vítimas do mesmo crime, que procurem a Delegacia de Sonora para registrar a ocorrência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here