São 13 médicos na rede municipal de saúde e mais cinco no Hospital mantidos através de convênios.

A gerência de saúde da Prefeitura Municipal de Sonora realizou nesta terça-feira (18) mais uma audiência pública de demonstrativo de receitas e despesas do primeiro quadrimestre de 2019. O evento foi aberto a população, mas apenas compareceram profissionais da saúde e alguns vereadores.

Foto:Assessoria

A prestação de contas é obrigatória e realizado a cada quadrimestre, onde são disponibilizado números de atendimentos e procedimentos realizados nos postos de saúde e unidade básica de saúde municipal. Também são apresentado a prestação de contas da Fundação Educacional de Saúde (FUNESS), Hospital Rachid Saldanha Derzi, já que a instituição recebe recursos público municipal, chegando a R$ 1,3 milhão somente neste primeiro quadrimestre.

A obrigatoriedade de aplicação na área da saúde, exigido por Lei, é de 15% da receita e na planilha apresentada pela gerencia de saúde a Prefeitura Municipal de Sonora aplicou cerca de R$ 28%, quase o dobro exigido, somente de recursos próprios.

Foto:Assessoria

Outro número interessante é quantidade de atendimento e procedimento realizado no mesmo período, que ultrapassa 50 mil. Estes números somam todas as ações da gerência, incluindo os dos Postos de Saúde, UBS, agentes, procedimentos hospitalares, cirurgias, exames laboratoriais, deslocamento fora da cidade, clinico geral, medicamentos e outros que são realizados nas unidades de saúde do município.

A prefeitura conta hoje com 13 médicos, sendo dois pelo Programa Mais Médicos, nove clinico geral, um psiquiatra e um cardiologista. No hospital são cinco médicos efetivos que atendem pelo SUS e outros convênios. O quadro funcional também conta com nutricionista, fonoaudiólogo, cirurgião dentista, assistente social, fisioterapeuta e psicólogo.

Foto:Assessoria

A gerente de saúde Ivana Maria Paião destaca o aumento dos atendimentos, com o aumentos dos investimentos com estrutura e profissionais especializados, como cardiologista e a extensão do horário de atendimento no Posto de Saúde central.

“Desde o começo da nossa administração pautamos em priorizar a área da saúde, por entender que com uma saúde de qualidade as pessoas trabalham melhor, as crianças estudam melhor e os munícipes vêem na hora da angustia de uma doença que seus impostos estão sendo bem aplicados. Quero destacar esse empenho do prefeito que não mede esforços para conseguir recursos aplicáveis na saúde e a todo o corpo da minha equipe, dos médicos, as recepcionistas, do motorista aos administrativo, das enfermeiras aos agentes de saúde”, concluiu Ivana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here