Prefeito Enelto estava acompanhado do vereador Raphael de Lemos que reforçou a necessidade de união entre legislativo e executivo.

por:Paulo da Silva

O prefeito concedeu uma entrevista a uma emissora de radio da cidade com transmissão simultânea com a emissora de radio de Pedro Gomes na manhã deste sábado(04). Enelto estava acompanhado do vereador Raphael de Lemos(PMDB), que destacou a importância da sintonia entre legislativo e executivo.

Durante a entrevista o chefe do executivo descreveu suas ações a frente do poder executivo. Enelto relembrou que recebeu o município com dívidas  mas que vem trabalhando mesmo com o tempo de crise pela cidade Sonorense. O gestor fez uma prestação de contas de sua gestão e falou que está em busca de veículos para atender os Postos de Saúde. Falou do ônibus que está disponível para transportar os Sonorenses para tratamentos em outras cidades. 

Enelto destacou que tem acesso a todos os gabinetes de deputados estaduais e que não será apenas um prefeito de gabinete. Durante a entrevista Enelto destacou os avanços de sua gestão, falou da crise que prejudica os municípios de todo o Brasil e esclareceu de suas viagens à capital em busca de mais melhorias para Sonora.

Raphael exortou que seus pares não devem ser oposição e declarou que um prefeito ruim reflete  numa câmara também ruim. O parlamentar se colocou a disposição do prefeito para ajudá-lo no que for preciso.

Enelto não bebe cachaça…

A entrevista foi conduzida pelo radialista Júnior Souza que não perdeu a oportunidade para alfinetar o presidente da Casa de Leis, Ezequiel Reginaldo dos Santos do PSB e o ex-prefeito Yuri Valeis do PSDB. Sem citar os nomes dos dois personagens políticos, Júnior falou que Enelto não é o tipo de prefeito fica em botecos tomando cachaça e pagando pinga para os outros, que Enelto não é desse tipo. Ele repetiu esse termo em diversas ocasião, e ainda criticando diretamente a gestão anterior dando a entender que se tratava da gestão de Yuri.

Para Ezequiel, Júnior de Souza fez várias indiretas de que vereador sério não fica nas esquinas com fofocas falando mal de prefeito, se trabalha para ajudar o município. O radialista também criticou as críticas feitas a gestão do prefeito por uma mídia eletrônica da região, no qual recebe ajuda de custo da Câmara e não recebe nada da prefeitura e tenta com matérias em suas editorias pressionar para que a gestão de Enelto compre espaço na mídia. ” A prefeitura não tem dinheiro,” destacou.