Família planejava passar virada de ano em Monsenhor Ipólito, PI

por:JM, Paulo da Silva com a colaboração de Júnior de Souza

Uma família que residia em Sonora morreram após colidir com um ônibus na manhã desta sábado(29), em Goiás. Informações repassadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), as vítimas estavam num Fiat Pálio. A colisão ocorreu na BR 020. Duas crianças de 4 e 9 anos estão entre as vítimas. Ao todo cinco morreram no acidente.

As vítimas do acidente foram identificadas:Dionísio Cleidiomar de Souza 27 anos, Welley, 04 anos, filho de do condutor, Celidiomar. Edmilson de Castro Lima, 45 anos, sua filha Karine de Castro Lima, 09 anos e Edival Santos.

Foto :Rede social

A tragédia ocorreu próxima ao trevo Cabeceiras, na BR-020. O veículo que era conduzido por um homem identificado por   Dionísio Cleidiomar de Souza 27 anos. Testemunhas informaram ao Corpo de Bombeiros de Formosa que o motorista do carro teria tentado uma ultrapassagem. Quando já estava muito próximo ao ônibus, jogou o veículo para o acostamento da contramão. O motorista do ônibus teria feito a mesma coisa e os dois colidiram frontalmente. 

 

Depois do choque, tanto o ônibus quanto o carro foram arrastados para fora da pista por cerca de 40 metros. Região de formosa é conhecida por acidentes trágicos, em fevereiro deste ano, outras nove pessoas morreram em acidente entre ônibus da Guanabara e carreta.

A colisão frontal aconteceu quando o veículo de passeio tentou fazer uma ultrapassagem, no KM 17 da BR-020, próximo a Formosa, sentido Bahia. O acidente foi por volta das 06h30. Todos os cinco passageiros do carro, um Fiat/Pálio cinza, morreram na hora.

Eram três homens, com idades de 29, 49 e 44 anos, e duas crianças: uma menina, de 9 anos, e um menino, de 4. Os nomes das vítimas não foram divulgados. A médica Karolyne Gomes, que realizou o atendimento do Samu, disse que, quando a equipe chegou ao local, apenas a menina estava viva. Logo após ser retirada das ferragens, ela teve uma parada cardíaca e não respondeu ao trabalho de ressuscitação dos médicos.

Foto:rede social

Segundo o Corpo de Bombeiros, depois da batida frontal, os dois veículos se arrastaram por cerca de 40 metros. Eles ainda teriam descido ribanceira abaixo. Os corpos das vítimas estavam presos às ferragens pois o carro entrou embaixo do ônibus. O motorista do ônibus, que tem 42 anos, sofreu uma contusão na perna. Ele não quis deixar o local do acidente e não precisou ser hospitalizado, devido à baixa gravidade das lesões. Nenhum passageiro do ônibus foi gravemente ferido.