Crianças tiveram reação forte a vacina, estão internadas e Técnica de Enfermagem que confundiu frascos foi afastada.

por: Redação com informações do G1

Dois bebês, uma menina de dois meses e um menino de quatro meses de idade, tiveram que ser internados em Sorocaba (SP) após terem recebido doses da vacina da Pfizer contra a covid-19 no lugar da vacina pentavalente, que protege contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e contra uma bactéria responsável por infecções no nariz, meninge e garganta.

As crianças foram levadas pela mãe para um posto de Saúde do bairro Nova Sorocaba na última quarta-feira (1) para a atualização da carteirinha de vacinação. No entanto elas receberam a vacina da Pfizer por engano. As crianças tiveram uma reação muito forte e tiveram que ser internadas. Elas apresentaram febre alta, vômitos e não conseguiam tomar leite.

A mãe de um dos menores recebeu a ligação do Secretario de Saúde do município que comunicou o erro na vacinação. A outra mãe recebeu a visita do secretario que comunicou o ocorrido.

Após a internação os dois bebês não tiveram mais sintomas, receberam soro e já apresentam melhora do quadro. Os bebês fizeram teste de sorologia e em seguida receberam a vacina que deveriam ter tomado.

Profissional afastada

A Técnica de Enfermagem foi afastada das funções de vacinação e um procedimento administrativo foi instaurada para apurar as irregularidades.  A profissional alegou que se confundiu com os frascos, pois são parecidos com o da pentavalente.

O erro foi descoberto no dia seguinte após checagem de frascos. Outros casos semelhantes já foram registrados no país e que as crianças tiveram febre por dois dias, mas depois ficaram bem. Os bebês ficarão em observação por um período de dez a 15 dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here