Primeira morte ocorreu em 21 de dezembro de 2021 no Estado, com média de mais de 1 morte por dia.

Nesta sexta-feira (21), completa-se um mês do registro da primeira morte por Influenza H3N2 em Mato Grosso do Sul.

No período de 30 dias, o Estado soma 45 vítimas pela doença, o que dá média de mais de uma morte por dia.

Dados do boletim epidemiológico divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) apontam que 302 pessoas foram contaminadas pelo vírus da gripe H3N2 – Influenza A, desde o início da epidemia em Mato Grosso do Sul. Seis casos foram confirmados nas últimas 24 horas.

Dentre as notificações, 1 é de Aquidauana, 1 de Campo Grande, 1 de Jardim, 1 de Pedro Gomes, 1 de Ponta Porã e 1 de Três Lagoas.

A média móvel de casos dos últimos sete dias é de 11,4. A taxa de contágio não foi divulgada. Mato Grosso do Sul contabiliza 45 mortes por H3N2 em um mês. O primeiro óbito por H3N2 ocorreu em 21 de dezembro de 2021.

Foram contabilizados dois óbitos nas últimas 24 horas. As mortes são dos municípios de Jardim e Campo Grande. A taxa de letalidade da Influenza é de 14,9%.

De acordo com a SES, Mato Grosso do Sul enfrenta uma epidemia de Influenza e pandemia de Covid-19 ao mesmo tempo.

O secretário de Estado de Infraestrutura e presidente do comitê do Programa de Saúde e Segurança na Economia (Prosseguir), Eduardo Riedel, afirmou que a circulação viral tanto de Covid-19, quanto de Influenza, causa prejuízo a saúde da população sul-mato-grossense.

A H3N2 é um subtipo do vírus Influenza A, causador da gripe. A gripe é transmitida por inalação ou contato com gotículas de saliva, secreções respiratórias ou superfícies contaminadas.

Sintomas

Os sintomas comuns da gripe H3N2 são:

  • Febre
  • Tosse seca
  • Dor de garganta
  • Coriza
  • Dor de cabeça
  • Dor muscular
  • Mal-estar

Transmissão

A transmissão da gripe A H3N2 se dá por inalação ou contato com gotículas de saliva, secreções respiratórias ou superfícies contaminadas. Portanto, a transmissão pode ocorrer por meio de:

  • Tosse
  • Espirro
  • Catarro
  • Apertos de mão
  • Contato pessoal próximo
  • Contato com objetos contaminados

Prevenção

Existem inúmeras formas de se prevenir o contágio e proliferação da gripe H3N2. Veja:

  • Vacinação
  • Uso de máscara
  • Uso de álcool gel
  • Lavagem das mãos com água e sabão
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca
  • Não compartilhar objetos pessoais
  • Ventilar ambientes
  • Evitar aglomerações e espaços fechados
  • Medicação: Oseltamivir/Tamiflu

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here