Pesquisa feita pela ANP durante esta semana percorreu 55 pontos de vendas da Capital.

Correio do Estado

O gás de cozinha em Corumbá – a 417 km de Campo Grande – chega a custar até R$ 95 em algumas revendedoras do produto. O valor é o mais caro de Mato Grosso do Sul de acordo com pesquisa divulgada pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O levantamento foi feito em sete cidades do Estado e levou em consideração cinco estabelecimentos que vendem gás de cozinha no município. O preço mínimo, porém, não fica muito longe disso, já que o GLP mais barato da cidade foi encontrado a R$ 90, uma variação de 5%.

O preço mais barato de Mato Grosso do Sul foi encontrado em Campo Grande, onde algumas revendedoras comercializam o produto a R$ 59,99. O valor máximo, entretanto, chegou a custar R$ 85 na Capital, de acordo com levantamento feito pela ANP. A pesquisa levou em consideração 55 estabelecimentos comerciais que vendem o produto e a variação chegou a 29,4%.

Outra cidade do Estado que também apresentou preço salgado para o GLP foi Coxim, onde o botijão de 13kg custou de R$ 90 a R$ 78, variação que chegou a 13% no município. O menor preço médio foi encontrado em Nova Andradina, que segundo a pesquisa era de R$ 65,91, já que o produto variava de R$ 60 a R$ 75.

Dourados, Ponta Porá e Três Lagoas também foram pesquisados pela ANP. Nessas localidades o gás de cozinha custa de R$ 80 a R$ 65. Ao todo foram pesquisados 115 estabelecimentos comerciais do Estado do dia 15 deste mês até o sábado (21).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here