Ex-ministro da Justiça, Sergio Moro afirma que Bolsonaro o cobrou, na reunião, a troca do ex-superintendente da PF do Rio de Janeiro e do ex-diretor-geral da Polícia Federal.

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator do processo que investiga suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal (PF) divulgou hoje (22) o vídeo da reunião ministerial em que, segundo o ex-ministro de justiça, Sergio Moro, prova a acusação de interferência.

Foto : Valter Campanato/Agência Brasil

Sergio Moro afirma que Bolsonaro o cobrou, na reunião, a troca do ex-superintendente da PF do Rio de Janeiro Ricardo Saadi e do ex-diretor-geral da Polícia Federal Maurício Valeixo, além de relatórios de inteligência e informação da PF. Confira abaixo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here